Buscar
  • Maria Moura

Entrevista Mr Magoo


Quem é Mr. Magoo?


O apelido que retrata a infância resgata as raízes de Maikou, ou Mr. Magoo, também conhecido como CHC. Nascido em Manaus, Mr. Magoo conheceu o rap entre 1996 e 1997, após sua aproximação com um grupo de jovens que compartilhava a cultura Hip-Hop. Com inspirações musicais como DBS, Sistema Negro, Realidade Cruel, Dina Di, Álibi, Cirurgia Moral, entre outros, Magoo apresenta o rap como uma forma de abordagem da realidade cotidiana, além de uma forma de “expor também protestos com o descaso social”.


Seguido uma extensa linha do tempo no rap tanto em grupos com Aliados do Rap, AMK Mc’s e Rimologia Manauara, quanto em carreira solo, Magoo juntou-se ao rapper manauara Nove (Negro R), em 2017, e criou o Baixada Norte. Seu lançamento “Da Rua Pras Ruas” (2019) contou com a produção do beatmaker Dr. Doog e com mixagem e masterização do Dj Carapana.


“A parceria surgiu já algum tempo, mas a formação do Baixada Norte mesmo foi depois que saí do sistema carcerário. Eu e ele (Negro R) já tínhamos uma certa conexão. Éramos pra ser três (rappers), mas um preferiu continuar no crime, infelizmente. ” – Afirma.


Com músicas que retratam seu dia-a-dia, a música “Da Rua Pras Ruas”, além de dar nome ao primeiro álbum da Baixada Norte, também ganhou um videoclipe que destaca-se ao falar sobre dar valor ao legado e a família. “As composições sempre vêm das experiências vividas no cotidiano da periferia, expondo também protestos com o descaso social. É a relevância do respeito entre nós do movimento. ” – Destaca Magoo.


Voltando novamente para a carreira solo, Mr Magoo lançou, em 2021, a música Visão Super Sônica. Utilizando novamente suas vivencias na criação das composições, Magoo apresenta um relato de pensamentos sobre diferentes situações, além da importância de resistir acima de todos os pesares. “Bem, ‘Visão Super Sônica’ (2021) retrata meus sinceros pensamentos sobre causa e efeito, a necessidade que temos de seguir as modas. Resumidamente, falo que não tô nem aí se me chamam de ‘loko’ por que canto Rap falo diferente e etc. E, é claro, falo sobre a importância de ocupar e resistir”.


Questionado sobre as melhores e piores partes de se viver como artista em Manaus, Magoo relata que “a falta de valorização e o forte preconceito e discriminação que enfrentamos” é a pior parte. Já a melhor é a luta diária para difundir a cultura. Também questionado acerca de já ter sofrido preconceito, Magoo conta que já passou por inúmeros casos. “Um bem comum é quando vou em algum lugar de 'boy'. Os seguranças já começam a te vigiar e você percebe rapidamente o que tá acontecendo. ”


Durante a entrevista, Magoo também destacou a diferença no tratamento de artistas pretos no cenário artístico da cidade. Segundo ele, “só pelo fato de uma pessoa ter uma melanina mais escura já é motivo pra preconceito e discriminação. Agora, um artista negro em uma cultura de origem negra, em um estado como nosso, dentro do movimento, sempre vai ser bem recebido”.


Sobre seus planos para o futuro, Mr Magoo fala principalmente da conclusão do álbum ‘Mr Magoo e participações’. “Meus planos pro futuro são o seguinte: concluir esse álbum solo, Mr Magoo e participações, a qual o Visão Super Sônica faz parte e botar no meu canal, no Instagram, nas mídias sociais. Realizar o videoclipe do Visão Super Sônica, no qual a gente vai tá concorrendo no edital e também começar a produzir vídeos independentes entendeu? No qual eu mesmo vou gravar e vou editar tudo isso. É basicamente isso”.



Siga e apoie o trabalho de Mr Magoo

22 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
 

Formulário de Inscrição

(92) 98420-6790

Manaus - Amazonas

  • Instagram
  • Twitter
  • Facebook

©2020 por Blackout Norte.